Os 10 benefícios da manteiga ghee - Nutrição para células intestinais, pele e cabelos.

 A manteiga ghee (ou ghi) é um dos ingredientes básicos na maioria das cozinhas indianas e tem ganhado muitos apaixonados no Brasil por ter um sabor inacreditavelmente delicioso. Basta passar num pão ou refogar um alimento para sentir. Mas, além de seus usos culinários, o ghee também tem usos terapêuticos desde o cuidado com a pele e cabelos até nutrição profunda das células intestinais e potência muscular. 

1.  MILENAR, RESISTENTE E DELICIOSO

O ghee é um superalimento milenar delicioso, desperta o sabor dos alimentos de forma única e por isso tem sido a opção preferida dos chefs de cozinha. Não precisa de refrigeração pois é um óleo puro e, se conservado ao abrigo da luz dura até dois anos sem alterar seu sabor. Na Índia, o ghee envelhecido por 10 anos ou mais é chamado Purana Ghrita - um precioso medicamento utilizado na Medicina Ayurveda para distúrbios neurológicos.

2. SACIA A FOME E TONIFICA O METABOLISMO

Ghee “grass fed” – feito com manteiga de vacas que se alimentam exclusivamente de pasto é fonte natural de CLA – Ácido Linoleico Conjugado. Estudos comprovam que seu consumo promove sensação de saciedade e auxilia o nosso corpo a transformar gordura em energia, ou seja: potencializa o metabolismo.

O do CLA produz aumento na massa corporal magra, diminuição do acúmulo de gorduras e tem um papel importante no crescimento muscular. Existem evidências de que o CLA também inibe o mecanismo que leva o nosso corpo a acumular gordura e faz com que ele use nossas reservas de gordura como fonte de energia. Em nossa produção de ghee, utilizamos apenas manteiga de gado que come capim, vacas que não ficam sob confinamento para garantir alta vitalidade e nutrientes.

3. 0% de LACTOSE E CASEÍNA NA PORÇÃO

O ghee Yamuna pode ser consumido por pessoas com intolerância à lactose e caseína. Durante o processo de purificação e filtragem cuidadosa, estas substâncias são removidas totalmente. Mas por ser um derivado de leite pode conter traços de lactose e caseína e não deve ser consumido por quem sofre de alergias severas à essas substancias.

 4. AUTO CONSERVANTE, ANTIOXIDANTE E RICO EM VITAMINAS

O ghee contém quantidades significativas de vitamina A, um excelente antioxidante que protege as células dos radicais livres.  Contém quantidades menores de vitaminas D, E e K.

5. NUTRITIVO

O ghee potencializa a absorção de vitaminas lipossolúveis e promove máximo aproveitamento destas pelo nosso corpo. Cozinhar com ghee é mais nutritivo: uma sopa de vegetais feita com uma colher de ghee faz você absorver muito mais vitaminas do que se não tivesse. 

 6. O AUSPICIOSO ÁCIDO BUTÍRICO

O ghee é fonte natural de Ácido Butírico (inexistente nos outros óleos) que promove saúde, fortalecimento e proteção das células intestinais.

Diversos estudos na área da nutrição confirmam a eficácia do consumo do ácido butírico para tratamento de inflamações intestinais, colite e síndrome do cólon irritável.  Promove ainda a saúde dos enterócitos – célula epitelial da camada superficial do intestino delgado e intestino grosso que absorve nutrientes movendo-os para dentro dos tecidos, está relacionado diretamente com o sistema imune. (veja no fim do texto as referências)

 7. SUPERALIMENTO PARA ATLETAS

O ghee é essencialmente composto por Triglicerídeos de Cadeia Média - TCM: fonte energia imediata e de longa duração. Essas gorduras são digeridas e metabolizadas rapidamente pelo corpo e não armazenadas em depósitos. Isso facilita o consumo pelo músculo e diminui a degradação do glicogênio muscular.  Por isso, contribui melhorando a potência e a resistência muscular durante o esforço físico. É preferido pelos atletas.

 8. COZINHAR COM GHE É MAIS SAUDÁVEL DO QUE COM ÓLEOS INSATURADOS

O ghee possui grande estabilidade oxidativa. Devido a sua composição fundamental ser de ácidos graxos saturados de cadeia média, pode ser aquecido até 250oC sem queimar ou oxidar. Óleos vegetais insaturados e poli-insaturados (soja, milho, girassol e canola) são frágeis e sensíveis à temperaturas superiores à 80oC, quando aquecidos rompem suas ligações moleculares e liberam radicais livres que se tornam tóxicos à saúde do corpo. O ghee se mantém intacto para refogar suas delícias culinárias. (para entender sobre a necessidade das gorduras saturadas).

9. MEDICINA AYURVEDA E SAÚDE INTERNA

O ghee é exaltado pela medicina Ayurveda (medicina ancestral indiana) por promover longevidade e vitalidade. É consumido com alimento para estimular a produção de ojas - uma das três essências que nutrem o corpo e a mente e que suporta o excelente funcionamento dos sistemas imunológico e reprodutor. Já nos tratamentos de fitoterapia o ghee é usado como potente veículo para absorção das ervas medicinais: ele carrega os nutrientes e força das plantas até as camadas mais profundas dos tecidos.

10. COSMÉTICO NATURAL PARA PELE, CABELO E OLHOS 

 A medicina ayurvédica usa e indica o ghee como grande aliado à saúde dos cabelos, pele e olhos: nutre os cabelos secos e trata doenças do couro cabeludo (dermatites, caspa); pode ser passado nos lábios, nariz e olhos para prevenir ressecamento causado pelo frio e pelo vento. Na pele você pode utlizar como óleo de massagem nutridor. Nos tratamentos de beleza da medicina Ayurveda existe uma máxima: “você só deveria passar na pele aquilo que considera seguro para colocar dentro da sua boca”. 

Texto originalmente publicado por Daiane Bortolon fabricante do Ghee Yamuna - www.yamuna.com.br